um infinito de informações: saúde, meio ambiente, inclusão social, qualidade de vida e mais...

Renata Dutra: "Para mim, 'estar em forma' é, sobretudo, estar se sentindo bem consigo mesmo." (Entrevista)

Em uma rápida entrevista, a atriz Renata Dutra abre o jogo sobre sua saúde

img

Como você cuida da sua alimentação?

Renata Dutra: Partindo do princípio básico de que somos o que comemos, procuro dar uma atenção muito especial à minha alimentação. É muito importante lembrarmos de que nosso sangue, nossos tecidos, músculos, enfim, que cada célula de nosso corpo, é formada e mantida através de matéria prima fornecida unicamente pelo que ingerimos.

Toda vez que nós comemos, estamos reabastecendo o mais inteligente mecanismo químico conhecido: o corpo humano. Os alimentos, a água e o ar que respiramos fornecem a mistura vital de nutrientes que permitem o funcionamento e manutenção constantes deste perfeito e maravilhoso complexo que é o nosso corpo. Portanto, ao alimentar-se, procure sempre escolher alimentos integrais e naturais. Assim, evito as comidas processadas, enlatadas e congeladas. Dou sempre preferência aos alimentos isentos de aditivos químicos, como cereais integrais, frutas da estação, vegetais frescos, sementes e carnes brancas.

Uma dieta baseada em alimentos naturais e saudáveis é a chave para uma vida saudável e feliz.

 

O que é para você é "estar em forma"?

Renata Dutra: Quando pensamos em "manter a forma", logo imaginamos a manutenção de nossa forma física, cuidados com nosso corpo, exercícios, cremes, etc... não é verdade? Tudo isto é ótimo e muito importante, mas, se refletimos com um pouco mais de atenção, percebemos que estar verdadeiramente em forma é muito mais do que isto.

Para mim, 'estar em forma' é, sobretudo, estar se sentindo bem consigo mesmo. É antes de qualquer coisa estar em paz, respeitar-se, amar-se: ser seu melhor amigo! Dessa maneira, a "boa forma" vem naturalmente. Ou você não quer tudo de bom, de mais bonito, mais harmonioso e saudável para quem você mais ama? De nada adianta cuidarmos de nosso exterior, simplesmente para nos enquadrarmos aos rígidos padrões estéticos atuais impostos por nossa sociedade, infelizmente cada vez mais superficial, diga-se de passagem, se por dentro estamos cada vez mais em conflito, tristes, vazios e solitários? Isso é escravidão, limitação e, consequentemente, sofrimento puro! O que temos é que aprender efetivamente a nos amar, respeitar e valorizar cada momento de nossa existência, lembrando a todo instante que cada um de nós é único e consequentemente de suma importância neste universo tão complexo.

* Esta ferramenta não fornece aconselhamento médico. destina-se apenas a fins informativos gerais, não pretende concluir nenhum diagnóstico e não aborda circunstâncias individuais. Não é um substituto do aconselhamento ou acompanhamento de profissionais da saúde. Alertamos que o diagnóstico e o tratamento não devem ser baseados neste site para tomar decisões sobre sua saúde. Jamais ignore o conselho médico profissional por algo que leu no www.saude.com.br. Se tiver uma emergência médica, ligue imediatamente para o seu médico.

  • Esta matéria pertence ao acervo do saude.com.br