img

4 de fevereiro: Dia Mundial do Câncer

A fim de acabar com a desinformação e disseminar informações sobre prevenção e controle da doença, são realizadas diversas iniciativas ao redor do mundo

O Dia Mundial do Câncer é celebrado no dia 4 de fevereiro, visando aumentar a conscientização e a educação mundial sobre a doença, levando questões atuais sobre o câncer à população em geral. É uma iniciativa global criada pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) e da União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), cerca de 7,6 milhões de pessoas em todo o mundo morrem de câncer a cada ano, sendo 4 milhões pessoas entre 30 a 69 anos. Contudo, estima-se que 1,5 milhão de mortes anuais poderiam ser evitadas com medidas adequadas.

O principal objetivo desse dia de conscientização é reduzir significativamente as mortes causadas pelo câncer, influenciando governos e indivíduos para que se mobilizem pelo controle da doença. A data tem em vista acabar com a desinformação, aumentar a conscientização, reduzir o estigma e disseminar informações sobre prevenção e controle do câncer. São realizadas diversas iniciativas e centenas de eventos no Dia Mundial do Câncer ao redor do mundo para demonstrar apoio àqueles afetados pela doença.

A campanha de 2019 a 2021, promovida pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), seguiu o tema #IAmAndIWill (#EuSoueEuVou), com o slogan “Eu sou e eu vou: juntas, todas as nossas ações são importantes”, representando o poder que uma ação individual tomada no presente tem de influenciar o futuro. O objetivo era aumentar a exposição e o engajamento social em torno da temática, incentivando a construção de consciência e de ações globais.

Câncer é o nome dado a um vasto conjunto de doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, sem controle algum, que invadem tecidos e órgãos. Essas células se dividem rapidamente e tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, formando tumores, que podem se espalhar para outras regiões do corpo, caso for considerado canceroso ou maligno. Um tumor benigno não se propaga por outras regiões do corpo.

O câncer não tem uma única causa: há diversas causas externas (presentes no meio ambiente) e internas (como hormônios, condições imunológicas e mutações genéticas), que podem interagir de diversas formas, dando início à doença. Porém, entre 80% e 90% dos casos de câncer estão associados a causas externas. São raros os casos que se devem exclusivamente a fatores hereditários, familiares e étnicos.

Veja a seguir 12 dicas que são importantes para auxiliar na prevenção do câncer, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA):

  • Não fumar;
  • Adotar uma alimentação saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Praticar atividades físicas;
  • Amamentar;
  • Realizar o exame preventivo de câncer do colo do útero a cada três anos para mulheres com idade entre 25 e 64 anos;
  • Vacinar as meninas de 9 a 14 anos e os meninos de 11 a 14 anos contra o HPV;
  • Vacinar-se contra a hepatite B;
  • Evitar bebidas alcóolicas;
  • Evitar carnes processadas;
  • Evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h;
  • Evitar a exposição a agentes cancerígenos no ambiente de trabalho.

* Esta ferramenta não fornece aconselhamento médico. destina-se apenas a fins informativos gerais, não pretende concluir nenhum diagnóstico e não aborda circunstâncias individuais. Não é um substituto do aconselhamento ou acompanhamento de profissionais da saúde. Alertamos que o diagnóstico e o tratamento não devem ser baseados neste site para tomar decisões sobre sua saúde. Jamais ignore o conselho médico profissional por algo que leu no www.saude.com.br. Se tiver uma emergência médica, ligue imediatamente para o seu médico.

Esta matéria pertence ao acervo do saude.com.br

brand

Um infinito de informações: saúde, meio ambiente, inclusão social, qualidade de vida e mais...