img

Café da manhã: por que não pular a primeira refeição do dia?

Preferir alimentos ricos em nutrientes faz toda a diferença, pois serão fonte de energia depois de horas de sono

Ainda durante a infância, muitos escutam que o café da manhã está entre as refeições mais importantes do dia. E não é para menos, já que, inclusive durante o sono, o corpo consome – em média – 50 calorias por hora. Assim, por ser a primeira fonte de energia no dia, dedicar um tempo e escolher os alimentos corretos para essa refeição é essencial, mesmo com uma rotina corrida.

Muito mais que apenas um café, priorizar comidas ricas em vitaminas e sais minerais pode contribuir para a harmonia do organismo, bem como ajudar na concentração, disposição e atenção nos trabalhos que virão.

Assim, diversas são as razões para não pular a refeição e ir direto para o almoço. A alteração na glicemia, que causa mal-estar; e a sensação de cansaço, mesmo após horas de sono, são consideradas as principais. Outro aspecto importante está no fato de que evitar o desjejum pode aumentar a ansiedade, provocando fome ou desejo por alimentos calóricos que não trazem saciedade.

 

Adaptação à rotina

Pensando no café da manhã, a RisoVita – uma marca de saudabilidade da Fumacense Alimentos – tem se mostrado uma ótima opção àqueles que desejam algo prático, leve, saboroso e nutritivo.

Seja com as bebidas vegetais ou com as farinhas para pães e bolos – todos à base de arroz –, os produtos da RisoVita se adequam às necessidades e desejos dos consumidores, conforme o diretor executivo do Grupo EZOS – do qual a Fumacense Alimentos faz parte –, Ricardo Regado, porque são hipoalergênicos e veganos.

Com isso, possibilitam o consumo também para pessoas com alergia à proteína do leite (APLV), intolerância a lactose e ao glúten ou alguma outra dieta restritiva.

Tendo em vista que cada indivíduo possui uma rotina diferente, selecionar os alimentos que conversem com o estilo de vida também facilita no momento de pensar nessa primeira refeição. “Quem deseja praticar alguma atividade física logo cedo, por exemplo, pode agregar alguma fruta à bebida vegetal e fazer um smoothie ou vitamina”, explica Regado.

Já algumas pessoas não abrem mão de um bolo ou uma fatia de pão pela manhã. Nesse cenário, as misturas para pães e bolos à base de arroz se mostram uma boa opção, principalmente para pessoas celíacas. “Além disso, o preparo se torna muito mais rápido, já que a maioria dos ingredientes se encontram dentro do próprio pacote”, afirma o diretor executivo do Grupo EZOS.

* Esta ferramenta não fornece aconselhamento médico. destina-se apenas a fins informativos gerais, não pretende concluir nenhum diagnóstico e não aborda circunstâncias individuais. Não é um substituto do aconselhamento ou acompanhamento de profissionais da saúde. Alertamos que o diagnóstico e o tratamento não devem ser baseados neste site para tomar decisões sobre sua saúde. Jamais ignore o conselho médico profissional por algo que leu no www.saude.com.br. Se tiver uma emergência médica, ligue imediatamente para o seu médico.

Esta matéria pertence ao acervo do saude.com.br

brand

Um infinito de informações: saúde, meio ambiente, inclusão social, qualidade de vida e mais...