img

Saiba Como Cuidar da Tatuagem em Cada Estação do Ano

A Dra. Fernanda Nichelle explica quais são os cuidados necessários com a tatuagem em cada época do ano e dá algumas recomendações do que fazer antes de ir ao estúdio

Sumário:

Como Cuidar da Tatuagem no Verão

Como Cuidar da Tatuagem no Inverno

Como Cuidar da Tatuagem na Primavera e no Outono

Recomendações Antes de Fazer uma Tatuagem

 

Uma tatuagem requer bastante atenção e cuidado, não apenas para evitar uma possível infecção ou problema de saúde, mas também para garantir a sua pigmentação e durabilidade por muitos anos. Sendo assim, os cuidados com a tatuagem precisam começar logo após a saída do estúdio e devem ser mantidos por toda a vida. 

Cada estação do ano requer um cuidado específico; algumas mais e outras menos. Confira abaixo as recomendações da médica dermatologista Dra. Fernanda Nichelle para cada período do ano.

Leia mais sobre: muitas pessoas também se preocupam com os significados das tatuagens. Entenda um pouco mais sobre A Psicologia Por Trás Dos Desenhos

 

Como Cuidar da Tatuagem no Verão

Por conta da alta exposição solar, o verão é a estação do ano que mais se deve ter atenção especial com a tatuagem. A exposição ao sol pode ser maléfica para ela, principalmente porque pode alterar a sua pigmentação.

Segundo a especialista, os principais cuidados específicos para essa estação do ano são o uso do filtro solar e a proteção adequada, ou seja, não expor a pele tatuada diretamente ao sol, mesmo com o uso do protetor solar. “Proteger com uma roupa com proteção UV, um chapéu ou embaixo de um guarda-sol, o que for, mas não colocar a exposição direta sobre a tatuagem”, afirma a dermatologista.

 

Como Cuidar da Tatuagem no Inverno

O frio do inverno não é tão perigoso quanto à exposição solar excessiva no calor do verão, mas isso não significa que essa estação também não precisa de cuidados com a tatuagem. De acordo com a médica, o inverno pede atenção especificamente à hidratação da pele.

“Geralmente no inverno, por estar frio, a pessoa está coberta e a tatuagem está mais protegida. Mas a pele seca, ressecada, desidratada, também tende a alterar-se a pigmentação. Então, uma pele hidratada é o suficiente para proteger a tatuagem na estação”, explica Fernanda.

 

Como Cuidar da Tatuagem na Primavera e no Outono

Para a dermatologista, a primavera e o outono, por terem climas mais amenos na maior parte dos lugares, não precisam necessariamente de nenhum cuidado específico para a tatuagem, apenas atenção com a exposição ao sol, como em qualquer outra estação do ano. Segundo a médica, durante essas duas épocas do ano, o combo ideal e eficaz para cuidados é: hidratação + proteção solar.

 

Recomendações Antes de Fazer uma Tatuagem

A Dra. Fernanda Nichelle dá algumas dicas para quem quer fazer a primeira tatuagem, mas não sabe por onde começar. Confira a lista abaixo:

  • Em primeiro lugar, antes de tudo, é essencial checar a saúde da pele da região que será tatuada. “A região deve passar por uma avaliação médica, de preferência por um médico dermatologista, para ver se ela está íntegra e não tem nenhuma lesão ou infecção na pele, para que não se faça uma tatuagem, por exemplo, em cima de uma lesão”, esclarece a especialista;
  • Após a avaliação de lesão ou infecção, é importante o médico analisar se o paciente não tem tendência ao queloide ou à cicatriz hipertrófica, pois a tatuagem perfura a pele. Pessoas que têm tendência podem desenvolver queloide ou cicatrizes hipertróficas a partir de tatuagens;
  • Optar por tatuar em estações do ano de temperaturas mais amenas, que não fazem tanto calor e nem tem exposição solar excessiva, para que a pele possa se recuperar de forma mais saudável;
  • Manter sempre a pele saudável, com higiene, hidratação e proteção solar adequadas, principalmente após se tatuar. “Dessa maneira, a tatuagem, se tiver um pigmento de boa qualidade e tiver sido bem feita, tende a se manter íntegra por muitos anos”, conclui a médica.

* Esta ferramenta não fornece aconselhamento médico. destina-se apenas a fins informativos gerais, não pretende concluir nenhum diagnóstico e não aborda circunstâncias individuais. Não é um substituto do aconselhamento ou acompanhamento de profissionais da saúde. Alertamos que o diagnóstico e o tratamento não devem ser baseados neste site para tomar decisões sobre sua saúde. Jamais ignore o conselho médico profissional por algo que leu no www.saude.com.br. Se tiver uma emergência médica, ligue imediatamente para o seu médico.

Esta matéria pertence ao acervo do saude.com.br

brand

Um infinito de informações: saúde, meio ambiente, inclusão social, qualidade de vida e mais...