img

PepsiCo usou uma fábrica de batatas fritas Lay’s para ajudar a aquecer as residências vizinhas

O vapor do cozimento das batatas Lay’s substitui o gás natural e é utilizado para aquecer as casas próximas. Entenda como esse projeto funciona

A PepsiCo é uma empresa multinacional de alimentos, lanches e bebidas, com sede em Purchase, Nova York, que fabrica, comercializa e distribui lanches à base de grãos, bebidas e outros produtos. A Lay’s é sua subsidiária, uma marca que reúne vários tipos de snacks de batatas fritas.

O Lay’s Factory Home Heating foi campeão da categoria Europa, Oriente Médio e África do World Changing Ideas Awards 2022, da Fast Company - marca líder mundial em mídia de negócios, com foco em inovação, liderança, tecnologia, criatividade e ideias para mudar o mundo.

A incorporadora imobiliária belga Ion procurava alternativas sustentáveis de aquecimento para uma nova área residencial na cidade de Veurne, na Bélgica, quando recebeu uma proposta da PepsiCo. A empresa multinacional sugeriu uma colaboração entre a comunidade e uma fábrica da Lay’s próxima do local. 

A situação funciona da seguinte forma: o vapor do cozimento das batatas, de até 20 toneladas de batatas por hora, aquece um circuito de água, substituindo o gás natural por um processo mais ambientalmente eficiente e, ao mesmo tempo, fornecendo à PepsiCo uma enorme compensação de carbono.

O projeto vencedor de prêmios é o resultado de um esforço conjunto da PepsiCo, da comunidade de Veurne - a cidade belga, das empresas belgas Noven - que projetaram a tecnologia, e da companhia Fluvius, que administra a rede de serviços públicos na área. 

Essa tecnologia visa fornecer aquecimento em radiadores e água da torneira para suas primeiras residências em algum momento ainda no primeiro semestre deste ano, chegando a 500 residências após a conclusão do projeto, que tem a meta de acontecer nos próximos 10 anos.

Além de ajudar a retribuir às comunidades locais onde a empresa multinacional opera, o empreendimento ajudará a PepsiCo a atingir suas metas de reduzir as emissões de carbono em mais de 40% até 2030 (em relação a uma linha de base de 2015) e alcançar emissões líquidas zero até 2040.

O vice-presidente e gerente geral da PepsiCo NorthWest Europe, Wim Destoop, ainda afirma que, apesar desse sistema ter começado como uma interseção conveniente de necessidades em uma área específica, com as condições certas e as partes interessadas, o processo também pode ser replicado em outros lugares.

* Esta ferramenta não fornece aconselhamento médico. destina-se apenas a fins informativos gerais, não pretende concluir nenhum diagnóstico e não aborda circunstâncias individuais. Não é um substituto do aconselhamento ou acompanhamento de profissionais da saúde. Alertamos que o diagnóstico e o tratamento não devem ser baseados neste site para tomar decisões sobre sua saúde. Jamais ignore o conselho médico profissional por algo que leu no www.saude.com.br. Se tiver uma emergência médica, ligue imediatamente para o seu médico.

Esta matéria pertence ao acervo do saude.com.br

brand

Um infinito de informações: saúde, meio ambiente, inclusão social, qualidade de vida e mais...