um infinito de informações: saúde, meio ambiente, inclusão social, qualidade de vida e mais...

Entenda a ligação entre atividade física e prevenção do câncer

Exercícios vigorosos diariamente apresentaram uma redução de 50% no risco de câncer

img

Há algumas décadas, exercitar-se era tarefa de atletas. Com a chegada dos anos 80, houve o “boom” das academias de ginástica, cujo enfoque principal era beleza e auto-estima. No século XXI, praticar uma atividade física regular é opção de quem está atento à sua saúde, pois pesquisas atestam a ligação entre sedentarismo e diversas doenças – inclusive o câncer. “Vários estudos apontam relação entre atividade física regular e diminuição do risco de tumores colorretais, de mama, de próstata e de pulmão. Embora esse seja um campo que demande investigações aprofundadas e complementares, é inquestionável a associação da prática esportiva ao reforço do sistema imunológico”, destaca o oncologista João Nunes, do Centro de Câncer de Brasília.

De acordo com o médico, há dois tipos de câncer para os quais a atividade física atua de maneira preventiva. “O sedentarismo é um dos fatores de risco para o câncer colorretal, juntamente com faixa etária, história familiar de câncer de cólon e reto, obesidade, entre outros”, explica Dr. João. Estudo mostrou que homens que praticam exercícios vigorosos diariamente apresentaram uma redução de 50% no risco de câncer de intestino. “Entre as hipóteses que explicam esse fato está a de que o exercício físico estimula a função intestinal, fazendo com que haja eliminação de toxinas cancerígenas”, complementa o oncologista.

Um estudo realizado com 100 mil mulheres francesas, divulgado pelo Instituto Nacional Francês da Saúde e Pesquisa Médica (Inserm), revelou que a prática regular de um esporte também previne o câncer de mama nas mulheres. De acordo com os resultados da pesquisa, quanto mais intenso e regular o exercício, menor é o risco de desenvolvimento da doença. Em mulheres que afirmaram praticar atividade física intensa por cinco horas ou mais por semana, a diminuição do risco de câncer de mama foi da ordem de 38%. Segundo o Inserm, o squash, as artes marciais, a corrida, a natação, o tênis e o ciclismo são, nessa ordem, as atividades nas quais se gasta mais energia.

 

Dicas para quem quer deixar o sedentarismo para trás:

1) Faça uma avaliação médica antes de iniciar uma atividade física.

2) Escolha uma atividade que lhe seja prazerosa.

3) Pratique atividade física sob orientação profissional.

4) Pratique ao menos 30 minutos de atividade física moderada, 5 vezes por semana.

5) Para reduzir o risco de câncer de mama e colorretal, opte por 45 minutos de atividade física - de moderada a intensa - por 45 minutos, 5 vezes por semana.

6) Na impossibilidade de frequentar academias ou clubes esportivos, vale lançar mão de atividades de rotina, tais como: subida e descida de escadas, passeio com o cachorro, jardinagem, lavagem de carro, caminhada em ritmo ligeiro, dança, pedalada ou natação.

7) Para os atletas de fim-de-semana, pessoas que praticam atividades apenas aos sábados e domingos, um alerta: a prática é prejudicial, pois não apresenta um ritmo adequado e coloca em risco a saúde.

* Esta ferramenta não fornece aconselhamento médico. destina-se apenas a fins informativos gerais, não pretende concluir nenhum diagnóstico e não aborda circunstâncias individuais. Não é um substituto do aconselhamento ou acompanhamento de profissionais da saúde. Alertamos que o diagnóstico e o tratamento não devem ser baseados neste site para tomar decisões sobre sua saúde. Jamais ignore o conselho médico profissional por algo que leu no www.saude.com.br. Se tiver uma emergência médica, ligue imediatamente para o seu médico.

  • Esta matéria pertence ao acervo do saude.com.br